domingo, 28 de agosto de 2016

VIGILANTE

O VIGILANTE.

• O vigilante é a pessoa que vai assegurar a proteção e segurança de empresas e outras entidades, controlando o fluxo de entrada e saída de pessoal, visitantes e automóveis, inspecionando volumes e cargas, fazendo rondas nas instalações, verificando o estado de equipamentos, etc.
• Ele vai zelar pela ordem e segurança de pessoas, seja em uma empresa pública ou privada.
• O vigilante atua em caráter preventivo, inibindo e impedindo ações vindas de suspeitos.
• O trabalho de vigilante pode ser desempenhado nos seguintes segmentos: bancos, indústrias, segurança marítima e logística, administração pública, educação e serviços, hotelaria e turismo, multinacionais, entre outros.
• O vigilante deve estar sempre comprometido com a segurança, dignidade da pessoa humana e com a satisfação do usuário final.
• Para isso, ele deve ser organizado e disciplinado em suas funções, nunca se omitindo de fiscalizar, controlar e vigiar.
Diferença entre Vigia e Vigilante

Vigia
• A função do vigia é a guarda e zelo do patrimônio.
• É uma atividade estática, não especializada, e não exige preparação especial.
• A pessoa exerce tarefas de fiscalização e observação de um local.
Vigilante
• O vigilante executa atividade de vigilância patrimonial bem como a segurança de pessoas, realiza transporte de valores ou de qualquer tipo de carga.
• É necessário preparação para ser vigilante.

PERFIL DO VIGILANTE
Para desempenhar essa função, de uma maneira geral, deve ser uma pessoa de confiança e ter sentido de responsabilidade, integridade, espírito de equipe, cortesia, boa capacidade de comunicação, honestidade, iniciativa e capacidade de decisão.
Além da questão moral, a pessoa deve ter boas aptidões físicas, saber lidar com situações de estresse, sentido de observação, dinamismo e boa apresentação.
O conhecimento técnico também é importante, uma vez que o conteúdo programático do seu curso de formação envolve assuntos como segurança, legislação aplicada, primeiros socorros, entre outros.

REQUISITOS
O Departamento de Polícia Federal (DPF) exige alguns requisitos para o exercício da profissão:
• Ser brasileiro (ou naturalizado);
• Idade mínima de 21 anos;
• Instrução mínima que corresponda à quarta série do ensino fundamental;
• Ser aprovado em exames de saúde mental, física e psicotécnica;
• Não ter antecedentes criminais;
• Estar quite com obrigações militares e eleitorais.
• Além disso, é necessário passar pelo Curso de Formação para Vigilantes.
• Após a aprovação e expedição do certificado, é preciso a Carteira Nacional de Vigilante (CNV).
• A CNV é requerida no Departamento de Polícia Federal e tem validade de 5 anos.
• Seu uso é obrigatório em serviço.
Dentro da segurança privada, existem quatro modalidades de vigilantes, cada uma com função específica:
• Vigilante patrimonial,
• Vigilante em segurança pessoal privada,
• Vigilante de escolta armada,
• Vigilante de transporte de valores.
• O curso de formação capacita a pessoa a exercer a função de vigilante patrimonial.
• Para as outras três modalidades, é necessário um curso de extensão.
• Todos os vigilantes passam por cursos periódicos de reciclagem a cada dois anos.

O conteúdo do curso básico de formação para vigilantes é:
• Noções de Segurança Privada, Legislação Aplicada, Direitos Humanos e Relações Humanas no Trabalho, Sistema de Segurança Pública e Crime Organizado, Prevenção e Combate a Incêndio e Primeiros Socorros, Educação Física, Defesa Pessoal, Armamento e Tiro, Vigilância, Rádio Comunicação e Alarmes, Criminalística e Técnica de Entrevista.

SEJA UM VIGILANTE PATRIMONIAL E INICIE UMA NOVA CARREIRA


Nenhum comentário:

Postar um comentário